Região Centro – Segundo o “Observador Cetelem Natal 2017”

23 por cento dos residentes aproveitam os saldos depois do Natal


Pombal 97 fm / Economia – De acordo com um estudo feito pelo “Observador Cetelem” (OC), 23 por cento dos residentes na região Centro de Portugal aproveitam os saldos após o Natal.
Antes da passagem de ano, as atenções dos residentes na referida região apostam nos saldos, logo após o Natal. “Este ano, cresce o número de portugueses que utilizam este período para as suas compras, sendo que quase 1/4 dos residentes no Centro do País irá aderir às promoções pós-natalícias”, refere o OC.
Depois de recordar que, em Novembro de 2014, o Conselho de Ministros deu luz verde a um regime que liberalizou o período de saldos, “sejam pós-natalícios ou no verão, regulando apenas que podem ter a duração de quatro meses por ano, devidamente escolhidos por retalhistas e comerciantes”, o OC adianta que “o tradicional início dos saldos de inverno no dia 28 de Dezembro, foi substituído por uma intensa semana após o Natal, em centros comerciais e grandes superfícies, mas também lojas tradicionais e plataformas on-line, que se enchem de consumidores, ávidos por adquirir bens e serviços por valores bem abaixo do habitual”.
Este ano, 23% dos residentes na região Centro aderem às promoções após o Natal, para fazer compras, entre elas, alguns presentes de Natal tardios, enquanto, na região Norte, o total daqueles que esperam pelos saldos é de 32%, um valor similar ao registado junto dos consumidores da região Sul.
“A nível nacional, 25% dos consumidores nacionais esperaram pelas promoções às promoções pós-Natal”, um valor que tem vindo a crescer de forma sustentada ao longo dos últimos anos. “Se em 2014 este número não ultrapassou os 19%, em 2015 chegou aos 20% e no ano passado atingiu os 23%, menos 2 pontos percentuais que este ano”.


(Texto escrito com a antiga grafia)

 

97FM - Pombal Vértice Luminoso