Região Centro – Durante a apresentação ocorrida hoje

Barómetro indica que a imagem do Centro de Portugal tem potencial para crescer

 

Pombal 97 fm / Turismo – Um estudo hoje apresentado revela que a imagem da Região Centro de Portugal “tem potencial de crescimento e atributos valiosos”.

A Turismo Centro de Portugal apresentou, hoje, o Barómetro da Marca Centro de Portugal, após um estudo realizado com base num inquérito por questionário, com escolha aleatória dos inquiridos, aplicado na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), na Feira Internacional de Lisboa (FIL), entre 25 de Fevereiro e 1 de Março deste ano, junto dos visitantes da BTL.
 
Na componente de notoriedade espontânea, o Centro de Portugal aparece associado à natureza, à cultura, à universidade, ao património e à história, enquanto, em relação à notoriedade assistida, 64,2% dos inquiridos associam a Região Centro de Portugal à história, 58,4% ao património, 42,2% à gastronomia, 39,6% à natureza, 38% aos vinhos, 37% à cultura, 25% à saúde e bem-estar e 21,5% ao turismo religioso.
 
No que respeita à avaliação da Região Centro de Portugal pelos inquiridos que costumam fazer férias ou visitar esta região, a oferta gastronómica da Região Centro de Portugal obteve a maior classificação média (4,33 numa escala de 1 a 5). A simpatia e o acolhimento foram avaliados com Bom ou Excelente por 82,7% dos inquiridos.
 
Nas principais atrações turísticas do Centro de Portugal, destacam-se a Universidade de Coimbra (44,7% dos inquiridos) e o Santuário de Fátima (44,4% dos inquiridos), seguidos pela gastronomia (36,7%), pelas praias (32,6%) e pela cultura (26,5%). No sector da gastronomia, o destaque vai para o leitão (55,5% dos inquiridos), os ovos-moles (45,1%) e a chanfana (38%), enquanto na área das tradições sobressaem a queima das fitas (53,2%), as tradições académicas (39,2%) e o fado (34,4%).
 
Os monumentos mais referidos são a Universidade de Coimbra (60,9%), o Santuário de Fátima (41,1%) e os mosteiros da Batalha (38,9%) e Alcobaça (31,7%), com a Figueira da Foz a destacar-se no sector das praias (57,7%), seguindo-se a Nazaré (42,2%).
Na área de eventos anuais realçam-se a queima das fitas (57,2%), o 13 de Maio (41,4%) e a feira do chocolate de Óbidos (29,4%).  

 

 

Perante tais resultados, conclui-se que “a imagem da Região Centro de Portugal tem potencial de crescimento e atributos valiosos que podem ser trabalhados na comunicação da marca, junto do público português, estando em linha com os vectores de posicionamento da marca Centro de Portugal”, referidos no plano de marketing da Entidade Regional Turismo do Centro.

(Texto escrito com a antiga grafia)

Largo das Alminhas | 2017-06-24 | 14:00 - 23:30
Espaço Galeria Cabaret Abiul, Pombal | 2017-06-24 | 10:00 - 00:00
Pombal | 2017-06-25 | 09:00 - 00:00
Centro Escola da Freguesia de Vermoil | 2017-06-26 a 2017-09-08
Castelo de Pombal | 2017-06-26 | 21:00 - 00:00