52 listas concorrem às autárquicas em Pombal

Escrito por em 2021-08-04

Saiba mais neste resumo que aqui lhe deixamos

Terminou, na segunda-feira, o prazo para entrega de listas participantes às eleições autárquicas, marcadas para 26 de setembro. Entre partidos políticos e movimentos independentes, foram apresentadas, no Tribunal de Pombal, 52 listas, que irão a votos para eleger os novos executivos da câmara e juntas de freguesia, e ainda o novo elenco da Assembleia Municipal. Aqui deixamos um breve apanhado delas.

Câmara Municipal:

Uma coisa é já certa. Pombal vai ter um novo presidente de câmara. Diogo Mateus não se recandidata e há seis listas a sufrágio, menos duas do que em 2017. Em relação às últimas eleições, deixamos de contar com os movimentos independentes Narciso Mota-Pombal Humano e Independentes por Pombal, além de candidaturas do CDS-PP e Movimento Partido da Terra. Em contrapartida, surgem este ano listas do Chega e da Iniciativa Liberal.

O PSD concorre com Pedro Pimpão como número 1, sendo seguido na lista por Isabel Marto, Gina Domingues, Pedro Navega, Catarina Silva, Marco Ferreira e Andreia Dias. O PS aposta em Odete Alves como cabeça de lista, enquanto os lugares seguintes são ocupados por Luís Simões, Telma Ferreira, Fernando Soares, João Pessa, Patrícia Carvalho e Joel Gomes. Célia Cavalheiro é o rosto que o Bloco de Esquerda quer ver nos Paços do Concelho. A seu lado na corrida autárquica, conta com João Pedro Domingues, Anália Augusto, Bruno Coutinho, Gonçalo Costa, Lina Oliveira e Jorge Ferreira. Já a CDU apresenta Jaime Portela como candidato. Adérito Araújo, Vanessa Luís, Egídio Farinha, Paulo Miranda, Alexandre Ferreira e Maria José Anastácio, ocupam os lugares seguintes na lista. A Iniciativa Liberal tem em Nuno Carrasqueira o seu cabeça de lista, acompanhado por Cristiana Areia, Tiago Mota, Alexandra Gomes, Carlos Alexandre Ferreira, Mickael Neves e Liliana Gomes. Por último, o Chega, escolheu João Pela para encabeçar a lista, com Paulo Costa, Teresa Gonçalves, Jorge Passeira, Hélder Salvado, Cristina Costa e José Serafim, a serem os nomes seguintes.

Assembleia Municipal:

Este é o órgão com mais listas concorrentes no concelho de Pombal. São sete. Em relação às listas para a câmara, destaca-se a ausência do Chega e o aparecimento do CDS-PP e do movimento Oeste Independentes, que se candidata apenas a este órgão.

No PSD, os primeiros nomes da lista são Paulo Mota Pinto, João Coucelo, Adelaide Conceição, José Gomes Fernandes e Renato Guardado. O PS conta com João Coelho como cabeça de lista e com Aníbal Cardona, Carla Mariza Pereira, Leandro Siopa e Nuno Gabriel Oliveira, nos lugares seguintes. A Iniciativa Liberal concorre com Ricardo dos Santos, Diogo Pereira, Ana Sofia Correia, Leonel Gaspar e Gonçalo Courelas. No Bloco de Esquerda, a aposta é em Lina Oliveira, que tem Jorge Ferreira, Célia Cavalheiro, Fátima dos Santos e Pedro Cardoso, imediatamente a seguir. Jorge Neves tenta regressar à Assembleia Municipal pela CDU, numa lista que conta também com Eliézer Araújo, Maria Isabel Portela, Jorge Domingues e Gilberto Rodrigues. O CDS-PP apresenta Liliana Silva como cabeça de lista, sendo acompanhada por Cláudia Caetano, Henrique Falcão, Ricardo Passagem e Elsa Mendes. Quanto ao movimento Oeste Independentes, tem Luís Couto no primeiro lugar e Bruno Martins, Liliana Oliveira, Nuno Couto e André Mota, logo a seguir.

Freguesias:

Nas Juntas de Freguesia, sabemos de antemão que vamos ter, no mínimo, mudanças na presidência de quatro delas. Isto porque os actuais presidentes de Carnide, Meirinhas, Pombal e Vila Cã, não se recandidatam a novo mandato, mesmo não estando impedidos de o fazer.

Em Abiul, a disputa vai ser entre a actual presidente Sandra Barros (PSD) e Manuel Silva (PS). Um embate que já aconteceu em 2017.

Para continuar a liderar os destinos de Almagreira, Humberto Lopes (PSD) terá de derrotar Marlene Matias (PS).

A suceder a Sílvio Santos na junta de Carnide, após as autárquicas, iremos encontrar Sofia Gonçalves (PSD) ou Vítor Morgado (PS).

No Carriço, Pedro Silva (PSD) quer fazer mais um mandato, mas conta com a concorrência da jovem Viviana Francisco (CDS-PP), na única freguesia onde o PS não apresentou lista.

José Manuel Marques continua a ser a aposta do PSD para o Louriçal, onde volta a ter João Pedro Domingues (BE) como adversário, além de Filipe Roque (PS) e Manuel Marques (CDU).

Em Meirinhas, Virgílio Lopes não se recandidata e há quatro listas concorrentes. A disputa será entre João Pimpão (PSD), Fernando Parreira (PS), Fábio Mota (IL) e Paulo Costa (Chega).

Na Pelariga, Nelson Pereira (PSD) parte em busca de um terceiro mandato, defrontando Raul Bruno (PS) e Ruben Ramalho (CDS-PP).

Pombal é a junta de freguesia com mais listas concorrentes. Com o actual presidente, Pedro Pimpão, a candidatar-se à câmara, Carla Longo (PSD), Elisabete Alves (PS), Sónia Godinho (BE), Agostinho Figueiral (CDU) e José Miguel Martins (CDS-PP), procuram chegar à presidência.

A Redinha vai ter novo embate entre o actual presidente Paulo Duarte (PS) e o ex-presidente Carlos Cardoso (PSD), com Estrela Mendes (CDS-PP) também na corrida.

Na União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca, Gonçalo Ramos recandidata-se, mas agora sob a designação Gonçalo Ramos Independentes. Os restantes candidatos são Pedro Dias (PSD) e Hugo Silva (PS).

Já na União de Freguesias de Santiago e São Simão de Litém e Albergaria dos Doze, Manuel Nogueira Matos (PSD) candidata-se a novo mandato, com a concorrência de Ricardo Francisco (PS) e Maria José Anastácio (CDU).

Em Vermoil, Daniel Ferreira (PSD) assumiu a presidência após a inesperada morte de Carlos Santos e vai a votos, pela primeira vez, como cabeça de lista. Luís Fernandes (PS) e Fernando Botas (CDU) serão os outros candidatos.

Por último, em Vila Cã, Ana Tenente também não se recandidata. O novo presidente será Rogério Santos (PSD), José Luís Brito (PS) ou Liliana Silva (CDS-PP).


Emissão FM

97fm Rádio Clube de Pombal

Faixa Atual

Título

Artista

            A rádio que lhe diz mais!

Background