Presidente da Câmara prescinde de ser vacinado contra a Covid-19

Escrito por em 2021-01-28

Diogo Alves Mateus entende que o Despacho do Primeiro-Ministro resulta de um processo lamentável

O Presidente da Câmara Municipal de Pombal, Diogo Alves Mateus, não pretende ser vacinado contra a Covid-19, no âmbito do Despacho nº 1090-D/2021 da Presidência do Conselho de Ministros que define os Presidentes de Câmaras Municipais, enquanto responsáveis principais da proteção civil, como prioritários no processo de vacinação.
“Defendo que todos os cidadãos se vacinem, que o Estado deve ser criterioso e que o Plano Nacional de Vacinação seja executado a um ritmo muito elevado”, considera o autarca, frisando que prescinde da vacinação a favor de todos os cidadãos com mais de 80 anos.
Na opinião de Diogo Alves Mateus, a publicação do Despacho do Primeiro-Ministro, datado de 26 de janeiro, “resulta de um processo lamentável de atropelo e respeito pelas pessoas mais prioritárias e mais confrontadas com o risco, como médicos, enfermeiros, assistentes e administrativos dos hospitais e centros de saúde, assim como os maiores de 80 anos de idade, onde se regista maior número de óbitos”.

Marcado como

Emissão online

97fm Rádio Clube de Pombal

Faixa Atual

Título

Artista

            A rádio que lhe diz mais!

Background